08 janeiro 2019

O desafio da gestão da sustentabilidade

O desafio da gestão da sustentabilidade

Se há alguns anos ser sustentável visava a redução de custos a longo prazo, hoje o conceito se estende a uma consciência ambiental mais ampla. Esta visão está associada inclusive a decisões políticas globais sobre o futuro do planeta. Assumir uma postura sustentável é adotar ações diárias para reduzir o impacto sobre a Terra.

Neste sentido, o papel das empresas é fundamental. É preciso que se tenha esta preocupação inserida no DNA da marca, com líderes engajados e cientes de que a sustentabilidade pode trazer oportunidades como agregar valor ao produto, alcançar melhores resultados e garantir a perenidade do negócio.

Para as empresas que estão buscando seguir esta via, o primeiro passo é incorporar a sustentabilidade em todos os processos, práticas e produtos desenvolvidos. Desta forma, é possível atrair pessoas que tenham essa mesma consciência e formar uma equipe integrada e orientada ambientalmente.

Além disso, os líderes têm a responsabilidade de compartilhar conhecimento, engajar colaboradores e incentivar boas práticas sustentáveis para o dia a dia que ajudem a construir esta cultura dentro da empresa.

Tais valores irão se consolidar internamente quando a empresa investir e criar iniciativas efetivamente sustentáveis, como sistemas de tratamento e reaproveitamento de água, projetos de gerenciamento de resíduos e uso consciente de energia elétrica.

Práticas sustentáveis para o dia a dia

A SEPAC, além de realizar ações de conscientização em escolas e outras instituições, tem sede no primeiro Green Building do Sul do Brasil com certificação internacional SELO LEED Gold for Core and Shell. O edifício Mariano Torres Corporate possui ecotelhado, parede verde na fachada frontal com espécies nativas, janelas panorâmicas e sistemas de captação de água da chuva, de reutilização de materiais e de economia de energia.

Além disso, a SEPAC criou a versão Pratic Pack do Duetto, com rolos de papel higiênico mais compactos e embalagens que utilizam menos plástico, contribuindo para o meio ambiente e incentivando hábitos mais sustentáveis.

É importante também envolver e engajar a cadeia de negócios, buscando conscientizar parceiros, auditando e assegurando que todos sigam os critérios da economia verde.

Este é um dos pontos em que ações efetivas de sustentabilidade começam a fazer a diferença para a sociedade. Além disso, é preciso buscar a inovação, principalmente no desenvolvimento de soluções concretas que atendam às necessidades reais da população, que solucionem problemas do dia a dia.

Neste sentido, já existem empresas realizando pesquisas e desenvolvendo produtos eletrodomésticos com alto nível de eficiência, que consomem cada vez menos água e energia, por exemplo. Ou, então, produtos fabricados com matérias-primas recicláveis e que minimizam o impacto ambiental.

Fonte: Ideia Sustentável

 

Leia também: 8 apps sobre sustentabilidade

A SEPAC está há 43 anos no mercado, oferecendo as melhores soluções de higiene e bem-estar para o seu dia a dia. Acesse o site: www.sepac.com.br

Deixar um comentário