12 fevereiro 2019

Competências essenciais para o trabalho em equipe

Competências essenciais para o trabalho em equipe

A base para que qualquer relacionamento seja positivo é o respeito e a capacidade de lidar com as diferenças. No ambiente de trabalho, isto é ainda mais significativo.

Os líderes, por exemplo, precisam aprender a valorizar a pluralidade de colaboradores para que formem equipes com conhecimentos e experiências complementares e possam, juntos, contribuir para o crescimento um do outro, construir projetos importantes e obter sucesso em suas funções.

Um grupo de profissionais eficientes é aquele que consegue somar diferentes competências e habilidades, de modo a fazer sempre melhor. Equipes de alta performance alcançam este patamar por confrontarem ideias diferentes. Um grupo heterogêneo, portanto, tende a propor soluções mais eficientes.

Por isso, independentemente de cargo ou função, é necessário acolher as diferenças e estimular as qualidades de cada elemento do grupo. Veja 4 aspectos fundamentais para trabalhar em equipe.

Lidar com emoções

Cada pessoa reage de maneira diferente às diversas situações. Especialmente em momentos de pressão ou quando o outro está exposto, é preciso mostrar-se emocionalmente disponível para entendê-lo .

Busque identificar nos colegas os seus gatilhos e a melhor forma de conversar.

Conhecer a equipe

Conhecer a equipe em que se trabalha é fundamental para a criação de um ambiente agradável no sentido humano, mas também eficaz. Tornar as relações mais pessoais faz a convivência ser mais produtiva e positiva.

Conhecer a equipe

Respeitar as particularidades

Em uma equipe, cada pessoa tem suas habilidades, predisposições e funções. O conjunto de aptidões e atividades é o que constrói o trabalho como um todo.

Por outro lado, aprender a lidar com as limitações dos outros é fundamental para a união dos colaboradores. Paciência, empatia e diálogo são as palavras-chaves deste processo.

Aplique o feedback construtivo

Sempre que for preciso chamar a atenção de alguém por algum trabalho ou atitude, duas coisas devem ser levadas em consideração. Primeiro, procure fazê-lo reservadamente, se possível em particular. O segundo ponto é a escolha do tom de voz e das palavras. Um deslize é sempre uma oportunidade de crescer, e este deve ser o foco da conversa: o que pode ser aprendido para melhor dominar a nova habilidade.

Este modelo sincero e cuidadoso de tratar questões delicadas requer, também, entrosamento da equipe. É muito mais fácil construir um ambiente de cumplicidade e companheirismo quando as pessoas se conhecem além dos aspectos profissionais. Almoços semanais, happy hours e comemorações para quando se bate uma meta são algumas formas de fazer com que os colaboradores interajam de maneira leve e ultrapassem barreiras de relacionamento.

Fonte: Exame

 

Leia também: Veja 6 atividades para aprender em 20 horas

A SEPAC está há 43 anos no mercado, oferecendo as melhores soluções de higiene e bem-estar para o seu dia a dia. Acesse o site: www.sepac.com.br

Deixar um comentário