13 Março 2019

Aprimore as relações de trabalho com a audição 360°

Aprimore as relações de trabalho com a audição 360°

Toda empresa se sustenta pelas relações entre colaboradores, áreas e setores da companhia. Neste viés, a comunicação, tanto em nível institucional quanto interpessoal, é fundamental para a criação de um ambiente produtivo e que gere bons resultados.

E para a comunicação acontecer de maneira eficaz, muito mais do que saber falar, é preciso saber escutar.

Conceitualmente, deve-se diferenciar ouvir e escutar. O ato de ouvir está relacionado àquilo que o órgão auditivo capta, no sentido biológico. Escutar seria o ato de ouvir com atenção, utilizando os demais sentidos para compreender além do que está sendo dito verbalmente.

Especialistas definiram três níveis de escuta:

Audição interna: quando uma pessoa ouve a outra, mas a interpreta apenas a partir do próprio ponto de vista, de seus pensamentos e preocupações.

Ouvir com foco: quando uma pessoa se concentra na outra, mas ainda não está totalmente conectada a ela.

Audição 360°: quando uma pessoa, além de escutar, percebe como a outra está falando, inclusive pelas formas não verbais.

Relações de trabalho com a audição 360 - SEPAC

É possível, também, aprender a escutar. A primeira coisa a se fazer é conhecida e nem sempre praticada: olhe nos olhos.

Tenha calma para começar a responder. É comum que o outro esteja formulando a ideia na cabeça, antes de continuar o raciocínio. Busque não interromper este fluxo de pensamento até que a pessoa sinalize que acabou ou que espera uma resposta ou complemento.

Preste atenção aos sinais não verbais, pois estima-se que 80% do que se comunica vem através deles. Linguagem corporal, gestos manuais e comportamento das pernas, além da própria energia da pessoa, devem ser observados.

Faça perguntas melhores, construtivas. Isto tende a criar um ambiente de trabalho mais favorável à compreensão por todas as partes.

Tenha espaços para reflexão. Em determinadas ocasiões, como reuniões, conferências e eventos, busque se preparar mentalmente para as situações de troca de conhecimento e informações – seja buscando saber mais sobre uma empresa parceira ou fazendo leituras prévias a respeito de certo assunto ou mercado.

Escute mais do que fale, independentemente da escala adotada. Há quem diga que a proporção é de 1 para 2, enquanto outros defendem que é preciso ouvir 80% do tempo.

Fonte: Harvard Business Review

Leia também: 13 sites que executivos e gestores deveriam ler

A SEPAC está há 43 anos no mercado, oferecendo as melhores soluções de higiene e bem-estar para o seu dia a dia. Acesse o site: www.sepac.com.br

Deixar um comentário