17 janeiro 2019

8 dicas para reiniciar a mente

8 dicas para reiniciar a mente

Assim como o corpo, o cérebro pode ser estimulado a otimizar o seu funcionamento. Descanso, hidratação, alimentação equilibrada e exercícios mentais podem fazê-lo render mais, ser mais produtivo e saudável. Com alguns cuidados, é possível relaxar e reiniciar a mente de forma a potencializar o funcionamento do cérebro.

Cuidar da saúde mental é estabelecer ações objetivas e incluir no cotidiano algumas práticas de relaxamento e esvaziamento da mente, como forma de reiniciar e renovar as energias do cérebro.

Para estas atividades, é necessário se conhecer para encontrar seus melhores momentos, os horários mais enérgicos e produtivos. Entender o próprio corpo, portanto, é importante para a saúde e o rendimento do seu cérebro.

Veja estas 8 dicas:

Compreenda seus níveis diários de energia

Um estudo publicado na revista Nature Communications descobriu alguns atributos genéticos comuns em pessoas que identificaram a si mesmas como diurnas. Isto sugere que elas realmente possuem funcionamentos biológicos diferentes, e que não há nada de errado em ter dificuldade de acordar cedo.

Por desconhecimento, muitas pessoas agendam tarefas complexas para aqueles momentos em que se é naturalmente menos eficaz.

Estabeleça uma agenda de compromissos que respeite seus níveis de energia e seu funcionamento biológico, com atividades mais exigentes programadas para os momentos de maior efetividade.

Durma o suficiente

Dormir o suficiente para o corpo descansar também é fundamental para a mente. Apesar de o cérebro continuar funcionando durante o período de sono, o fato de deixamos de pensar racionalmente faz o sistema nervoso central se recuperar. Isso, combinado com a queda nos batimentos cardíacos e da atividade metabólica, proporciona uma boa noite de sono, que regenera as energias e aumenta significativamente a produtividade e a capacidade de focar.

A indicação básica é de que são necessárias 7 ou 8 horas de sono por noite para que o descanso seja revigorante. Por outro lado, cada pessoa encontra o próprio equilíbrio: há quem durma sempre que possível, e também quem se contente em dormir cerca de 4 horas.

Outro ponto é garantir um bom ambiente para dormir, que influencie de forma positiva na qualidade do sono.

Durma o suficiente

Desenvolva um sistema que funcione para você

Por mais que uma pessoa tenha um horário de trabalho flexível, planejar as ações do dia é fundamental para melhorar a produtividade. Mais do que isso, é preciso identificar as atividades mais praticadas, estabelecer rotinas, processos e organizar o tempo. Encontrar a melhor maneira de realizar algo ou estabelecer uma sequência de compromissos mais produtiva auxilia na economia de tempo e energia, que podem ser mais bem utilizados.

Crie um ambiente que agrade você

Um ambiente agradável e acolhedor tem muita influência no comportamento, no humor e na produtividade das pessoas. Em casa ou no trabalho, é preciso sentir-se bem física e mentalmente.

Assim, atenção com o conforto, a estrutura e a estética dos espaços. Decore como preferir, crie um ambiente em que você queira estar. Organize e facilite a utilização deste local.

Descanse na hora do almoço

Muitas pessoas aproveitam o horário de almoço para adiantar atividades como responder e-mails ou fazer reuniões. Neste caso, o problema é quando deixa de aproveitar o momento de descanso no meio do dia se tornar um hábito.

Além de ser fundamental para uma boa alimentação, a hora reservada para o almoço também é necessária para descansar e renovar a cabeça. Isso representa mais produtividade para o período da tarde.

Exercite-se

Exercícios físicos, assim como o sono, são fundamentais para relaxar o cérebro. Além disso, são inúmeros os benefícios que a prática de esportes traz. No ambiente de trabalho, ajuda a melhorar o foco, a pensar com clareza e a ter uma memória rápida. Trabalho em grupo, poder de decisão e perseverança também são aprendidos no esporte.

Outra questão é que um corpo mais resistente demora mais a cansar, o que faz a produção aumentar. Esportes melhoram, ainda, a saúde cardiovascular e a circulação sanguínea.

Exercite-se

Ouça música

O poder da música é conhecido em diversos aspectos. Música clássica, por exemplo, é muito usada para relaxar antes de dormir e também para aumentar a concentração enquanto se trabalha.

Vale, também, observar os momentos do dia que sentir que precisa acalmar a mente. Use fones de ouvido, feche os olhos e, naqueles 3 ou 4 minutos de música, esqueça do resto. É um pequeno respiro que pode ajudar você a retomar entusiasmo e foco. Praticar ou aprender algum instrumento, além de desenvolver outras partes do cérebro, também a ajuda a relaxar a cabeça.

Olhe para dentro: exercite o mindfulness

 Até aqui, todas as dicas foram no sentido de lidar com o ambiente externo. Porém, mais necessário ainda é reservar um tempo diário para ficar sozinho e olhar para dentro de si.

Assim, estabeleça hábitos – a meditação, por exemplo – que o ajudem a descansar a mente, relaxar, “resetar” o cérebro. O exercício de “não pensar em nada” para dar atenção ao próprio interior melhora inclusive a capacidade de concentração.

Fonte: Envato Tuts

 

Leia também: Alimentos para aumentar a produtividade no trabalho

A SEPAC está há 43 anos no mercado, oferecendo as melhores soluções de higiene e bem-estar para o seu dia a dia. Acesse o site: www.sepac.com.br

Deixar um comentário