27 março 2019

5 dicas para se comunicar de maneira mais eficaz

5 dicas para se comunicar de maneira mais eficaz

As transformações das últimas décadas, tanto sociais quanto tecnológicas, estão deixando mais visível algo que já deveria ser foco das empresas e companhias: a comunicação. Novas mídias e modelos de gestão, digitalização e automação de processos e atividades, gerenciamento de dados e crescimento das mídias sociais – tudo depende ou perpassa pela comunicação, nos mais variados níveis e formas.

Pensando no dia a dia de uma indústria, por exemplo, a comunicação entre colaboradores e entre as áreas é a estrutura de todo o trabalho realizado. Um informativo confuso, um alinhamento entre equipes feito às pressas ou uma reunião de metas em que só um “lado” fala pode gerar problemas a curto e longo prazos.

Já em um ambiente de trabalho em que a boa comunicação é valorizada e embasada na sinceridade e na troca, o engajamento e a produtividade aumentam.

Conheça cinco formas de tornar a sua comunicação mais eficaz.

Definir o compromisso da comunicação

No trabalho, toda comunicação que diga respeito à empresa tem um objetivo, um compromisso, um porquê. É preciso, primeiro, que este objetivo esteja bem claro para você, servindo para ancorar a atenção, principalmente quando houver divergência de opiniões. Manter o foco no compromisso ajuda, ainda, a entender embates e discordâncias para além do lado pessoal.

Escolher as palavras com cuidado

O objetivo de uma conversa é sempre escutar e falar, entender e ser compreendido. É preciso evitar ironias ou frases com duplo sentido, dando prioridade para uma linguagem aberta, sincera e clara.

Para aumentar a produtividade da conversa, certifique-se de que, além das palavras, o tom de voz e a linguagem corporal estejam alinhados com o compromisso definido. Verdades ditas de forma agressiva não atingem o objetivo de alcançar o receptor da mensagem.

Como se comunicar de maneira mais eficaz - SEPAC

Ouça com o corpo inteiro

Mais do que espichar os ouvidos, é preciso estar atento a todos os sinais e à comunicação não verbal que complementam a fala. A isto se dá o nome de “atenção plena” ou “audição 360°”, quando buscamos captar da conversa as palavras, as intenções e o que há de subjetivo. Muitas informações são transmitidas com o corpo.

Conecte-se ao outro

Buscando estar atento de maneira integral à conversa e ao outro, colocamos toda a nossa presença e consciência na conversa, possibilitando uma troca mais forte e mais compreensiva, de ambos os lados. Este é um processo que precisa ser praticado e que varia de intensidade de acordo com a outra pessoa.

Respire

Pode parecer uma dica óbvia, mas a respiração é uma das ferramentas mais poderosas de autocontrole. Nos previne da impulsividade e traz os assuntos e fatos para o âmbito racional nos momentos em que se sentimentaliza a conversa. Além disso, ventila o cérebro, proporcionando melhor desenvolvimento das ideias.

Fonte: Psychology Today

Leia também: Comunicação interna nas empresas

A SEPAC está há 43 anos no mercado, oferecendo as melhores soluções de higiene e bem-estar para o seu dia a dia. Acesse o site: www.sepac.com.br

Deixar um comentário