29 junho 2020

Qualidade de vida na terceira idade

Qualidade de vida na terceira idade

Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a população de idosos no Brasil deve triplicar até 2050, chegando a um total de 66 milhões de indivíduos. Até 2030, o número de pessoas acima de 60 anos superará o de crianças brasileiras.

Tendo em vista o crescimento populacional da terceira idade, qual a melhor forma de garantir saúde, motivação e bem-estar nesta importante fase da vida? Acompanhe:

Qualidade de vida

O conceito de qualidade de vida na terceira idade abrange aspectos sociais, cuidados com a saúde, proteção, manutenção da autonomia e independência após os 60 anos. Trabalhados juntos, esses aspectos contribuem para uma vida melhor para as pessoas.

Saúde

O cuidado com a saúde é primordial para a longevidade. Além de estabelecer uma rotina de exercícios, é necessário realizar check-ups regulares e ir ao médico para quaisquer tratamentos que forem precisos. Outro aspecto que requer atenção é a saúde mental: conversar, praticar atividades que estimulam a memória e manter-se ativo nesta fase é essencial para um cérebro saudável.

Assistência

O cuidado ao idoso deve ser prioridade nos serviços prestados à população. As farmácias de manipulação destacam-se positivamente pelo zelo prestado ao idoso. Nelas, o farmacêutico atua tanto na orientação e acompanhamento do paciente quanto no uso do medicamento, garantindo atenção, cuidado e promovendo assistência exclusiva. Esse amparo deve ser ampliado a todos os âmbitos da sociedade.

qualidade de vida - SEPAC

Social

A participação social é considerada um dos pilares para a saúde na terceira idade. Com a chegada da aposentadoria, muitos vínculos sociais são desfeitos, e o trabalho, que antes poderia preencher essa lacuna, deixa de fazer parte da rotina.

Para manter os laços interpessoais que proporcionem melhor qualidade de vida, é necessária a participação em novos projetos, atividades e ações sociais, bem como procurar conviver com pessoas da mesma idade, como troca de experiências.

Autoestima

A autoestima está diretamente ligada à felicidade. É possível estimular a vaidade, o autocuidado e a independência como bases para uma experiência próspera após os 60 anos.

Para garantir uma vida plena e feliz na terceira idade, diversos setores da sociedade devem trabalhar em comunhão em prol do idoso, visando inseri-lo de forma ativa e responsável.

Leia também: 5 dicas para um coração saudável

A SEPAC está há 43 anos no mercado, oferecendo as melhores soluções de higiene e bem-estar para o seu dia a dia. Acesse o site: www.sepac.com.br

Deixar um comentário