02 dezembro 2019

5 dicas científicas para melhorar a qualidade do sono

5 dicas científicas para melhorar a qualidade do sono

Ter uma noite de sono tranquila pode ser um desafio para algumas pessoas. Uma pesquisa realizada pelo Instituto do Sono de São Paulo revelou que o brasileiro dorme em média 1h30 a menos do que há 20 anos.

Além disso, 63% das 1024 pessoas que responderam à pesquisa afirmaram que encontram certa dificuldade para dormir. Se você se enquadra nesse perfil ou deseja melhorar a qualidade do sono, estas dicas científicas podem ajudar. Confira.

Tomar sol

Dicas para melhorar a qualidade do sono - SEPAC

Um comparativo entre pessoas que trabalham em ambientes fechados e profissionais em escritórios abertos e com muita luz natural mostrou que, em média, estes últimos dormiam 46 minutos a mais por noite. Além disso, outros experimentos constataram que a luz solar ajuda a regular o relógio biológico e mantém a atenção durante o dia, facilitando o descanso ao final do dia.

Tenha uma dieta variada

Na Universidade da Pensilvânia, pesquisadores confirmaram que uma dieta equilibrada melhora a qualidade do sono, uma vez que as horas dormidas têm relação direta com os tipos de alimentos consumidos durante o dia. Confira neste artigo algumas dicas.

Acorde mais tarde

Depois que Paul Kelley, do Instituto do Sono da Universidade de Oxford, Inglaterra, constatou que estudantes do ensino básico e médio passam por privação do sono por acordarem cedo demais para os estudos, a Academia Americana de Pediatria passou a recomendar que as aulas nos Estados Unidos comecem após as 8h30 da manhã. Se for possível acordar um pouco mais tarde do que o usual, aproveite este período.

Exercícios regulares

Como melhorar a qualidade do sono - SEPAC

Essa é uma dica comum, porém essencial. Naturalmente, o gasto de energia faz com que o corpo descanse melhor durante a noite, e um estudo feito com mulheres com dificuldades para dormir comprovou isso. Quatro meses após terem dado início a uma rotina de exercícios, as mulheres dormiam pelo menos 45 minutos a mais por noite. E quanto melhor o descanso, mais as participantes se exercitavam no dia seguinte, de modo que uma coisa influenciava a outra.

Evite o “modo soneca” do smartphone

Dica para melhorar a qualidade do sono - SEPAC

Apesar de ser uma sensação prazerosa desligar o despertador e dormir por mais dez minutos, esse hábito torna seu dia mais cansativo. Quem afirma é o diretor e médico do Centro de Desordens do Sono de Prescott Valley e Flagstaff, Robert S. Rosenberg. Ao desligar o despertador e voltar a dormir, automaticamente você programa seu corpo para iniciar um novo ciclo de sono, que entretanto será interrompido.

Experimente adotar essas práticas e observe uma melhora efetiva na qualidade do seu sono e de vida!

Leia também: Cores que estimulam o sono

A SEPAC está há 43 anos no mercado, oferecendo as melhores soluções de higiene e bem-estar para o seu dia a dia. Acesse o site: www.sepac.com.br

Deixar um comentário