02 setembro 2020

Pandemia, epidemia e endemia: entenda as diferenças

Pandemia, epidemia e endemia: entenda as diferenças

Com a proliferação mundial do novo coronavírus, o termo “pandemia” ganhou destaque, evidenciando a gravidade da covid-19. Os níveis de incidência de uma enfermidade podem identificá-la como surto, epidemia, endemia ou pandemia. Para entender melhor as peculiaridades de cada classificação, confira abaixo.

Surto

No surto, determinada doença é disseminada em um curto período, de maneira progressiva e concentrada em uma só região, como um bairro ou uma cidade. Além disso, para que a propagação da doença seja classificada assim, a quantidade de casos identificados deve ser superior ao número esperado pelas autoridades. Um exemplo de surto é a dengue, quando ocorre em regiões específicas e não em uma escala maior que a municipal.

Epidemia

Quando uma doença provoca uma quantidade de casos acima do esperado e propaga-se por diversas regiões, ela passa a ser considerada uma epidemia. Dentro dessa classificação, existem três divisões: a epidemia municipal, quando a enfermidade é disseminada por vários bairros; a estadual, quando ela atinge diversas cidades; e a nacional, quando ela faz-se presente em várias regiões do país. Se a doença se espalha por dois países ou mais, ela deixa de ser tratada como uma epidemia. A dengue, exemplo anterior, pode também ser enquadrada em um cenário de epidemia quando atinge várias localidades.

Endemia                                                                                                              

Diferente das classificações acima, a endemia não está relacionada ao número de casos diagnosticados de certa doença, mas sim à frequência com a qual uma doença surge em uma região. Isto é, refere-se a enfermidades que ocorrem com mais regularidade em determinados locais, que são típicas daqueles lugares. Um exemplo é a febre amarela, mais comum na Amazônia. Também é normal que muitas endemias sejam identificadas de maneira sazonal.

Pandemia

Entre os níveis de incidência de uma doença, a classificação de pandemia é a mais grave da escala, e é determinada quando uma enfermidade se propaga por diversas partes do planeta, gerando quadros epidêmicos por vários países e continentes. Além disso, para ser enquadrada no nível de uma pandemia, existem três critérios: a doença deve ser infecciosa, deve contaminar uma quantidade expressiva de pessoas de forma simultânea e precisa ter um local determinado onde a transmissão foi iniciada. No caso do coronavírus, esse lugar seria a cidade de Wuhan, na China.

qual a diferença epidemia, endemia, pandemia - SEPAC

A identificação do grau de incidência de uma doença é fundamental para que se apliquem as devidas medidas de contenção e para que se identifiquem os métodos preventivos com as autoridades médicas e de saúde.

Leia também: O que fazer em caso de suspeita de coronavírus

Fonte: UOL, Dra. Keilla Freitas e São Lucas Hospital Copacabana

A SEPAC está há 43 anos no mercado, oferecendo as melhores soluções de higiene e bem-estar para o seu dia a dia. Acesse o site: www.sepac.com.br

Deixar um comentário