26 outubro 2020

Como e por que selar a carne

Como e por que selar a carne

Aprimorar as técnicas na cozinha requer alguma prática, mas é recompensador. Afinal, o segredo de uma receita gostosa, além de bons ingredientes, está na dedicação em testar para aperfeiçoá-la. Uma técnica tradicional da culinária é a selagem da carne, que tem como objetivo tornar o corte mais suculento e saboroso. No post de hoje, saiba como e por que selar a carne.

O que significa selar a carne?

Selar a carne consiste em fritar ou grelhar a peça em alta temperatura, de modo a formar uma crosta. Esse processo garante que os sucos naturais do corte permaneçam na carne, para que fique úmida e suculenta.

Ao selar a carne, o interior da peça continua cru, portanto, é preciso depois combinar outro método de cozimento. É possível abaixar o fogo para finalizar a carne na frigideira, levá-la ao forno, grelha ou churrasqueira ou utilizá-la em cozidos.

Como selar a carne corretamente

– Escolha cortes altos, com cerca de 2 cm a 3 cm. Podem ser bifes ou cubos grandes, dependendo do preparo.

– Aqueça uma frigideira até que fique bem quente.

– Regue com um fio de azeite e coloque a carne. Deixe dourar de 2 a 3 minutos, sem mexer.

– Erga a ponta da carne para conferir o ponto, ela começará a apresentar um aspecto dourado, com uma camada mais firme.

– Vire a peça sem furá-la e deixe dourar por mais 2 a 3 minutos.

– Dependendo da altura do bife ou se a carne estiver em cubos, doure também as laterais.

– Pronto, carne selada!

DICA: Ao utilizar uma pinça de cozinha em vez do garfo para manusear a carne, evita-se que os furos deixem o suco sair.

porque selar a carne - SEPAC

Dicas para auxiliar na selagem da carne

  • Temperatura certa: a carne precisa estar em temperatura ambiente para a selagem. Assim, tire-a da geladeira cerca de 20 a 30 minutos antes do preparo. Caso esteja congelada, deixe-a descongelar naturalmente e por completo dentro da geladeira, depois siga o passo anterior.

  • Tempero ideal: tempere a carne com sal, pimenta-do-reino, alho amassado e outras especiarias de sua preferência.

  • Deglaçagem: depois de selar a carne, você pode utilizar um líquido – bebida alcóolica, suco de fruta ou mesmo água – para desgrudar da panela o fundo que se forma durante o processo. A técnica denominada “deglaçagem” é muito utilizada para compor a base de molhos que podem acompanhar a carne.

  • Antes de servir a carne, lembre-se de deixá-la descansar entre cinco e dez minutos, assim ela reabsorve os sucos em seu interior. Ao fatiar, faça cortes transversais às fibras, para garantir a maciez.

Aprender novas técnicas é uma forma de valorizar os ingredientes utilizados e ter mais prazer ao cozinhar. Agora que você já sabe como selar a carne, escolha o corte que mais lhe agrada e teste a novidade em casa.

Leia também: Os melhores cortes de carne para hambúrguer

A SEPAC está há 43 anos no mercado, oferecendo as melhores soluções de higiene e bem-estar para o seu dia a dia. Acesse o site: www.sepac.com.br

Deixar um comentário