Mês: março 2019

04 mar 19

Micro-organismos podem otimizar a biodegradação de plástico

Micro-organismos podem otimizar a biodegradação de plástico

Cientistas do Kew Botanical Gardens revelaram que micro-organismos podem otimizar a biodegradação de plástico em semanas. De acordo com o relatório “State of the World’s Fungi”, estes fungos possuem o potencial de quebrar os resíduos de plástico.

Saiba mais!

Como os organismos agem na biodegradação

Na pesquisa, novas espécies de fungos estão sendo exploradas para identificar o potencial de degenerar diferentes moléculas da composição do plástico. Ao entender como esses organismos quebram as ligações químicas e quais são as condições favoráveis, será possível acelerar o ritmo da biodegradação.

Soluções inovadoras

A equipe de pesquisa do Kew, que conta com cerca de 100 cientistas de 18 países, afirma que pode haver mais de três milhões de espécies de micro-organismos, enquanto apenas 144 mil são catalogadas. Os estudos pretendem fornecer respostas para os maiores desafios da humanidade, e um relatório será apresentado em março, na quarta Assembleia Ambiental da ONU, sobre “soluções inovadoras para desafios ambientais e produção e consumo sustentáveis”.

Soluções inovadoras

Sustentabilidade ambiental

A biodegradação de plástico não é a única solução ambiental que os micro-organismos podem proporcionar para o mundo. O mesmo relatório explica que as aplicações na agricultura podem gerar segurança alimentar, reciclagem de nutrientes, ajuda para o crescimento das safras com maior eficiência e aumento das receitas de produção.

Além disso, os fungos fornecem componentes para a produção de remédios como antibióticos, imunossupressores e estatinas que bloqueiam a produção de colesterol.

ONU Meio Ambiente

Para a assembleia, a ONU Meio Ambiente preparou o lema “Think Beyond and Live Within” (algo como “pense além e viva dentro”), que tem o objetivo de destacar os desafios ambientais globais e tentar levantar soluções para o futuro, incluindo a utilização dos fungos.

Veja também: Vaso sanitário dispensa água e rede de esgoto